Arquivo | Maio, 2013

EB1 Ramalhal:1º e 2º anos – Projeto «A Nossa Horta»

23 Maio

Horta1Abandonada a concepção de aprendizagem levada a cabo pela escola tradicional, sentimos necessidade de reformular os métodos de ensino, de acordo com as necessidades da sociedade contemporânea e da própria vivência dos alunos.

Com o projeto “A nossa horta”, pretendemos proporcionar aos nossos alunos a oportunidade de  cuidarem de uma horta. Preparar o terreno, retirar as ervas, sachar, regar, fazer as covinhas, transplantar…

Germinação do feijão:

Horta3 – Observar a germinação do feijão de dois em dois dias e registar as transformações (raiz, caule, folhas, flor…)

  •  – Reconhecer que, mesmo em idênticas condições ambientais, o tempo de germinação não é o mesmo.
  •  – Compreender a influência de alguns fatores do ambiente na germinação e no crescimento da planta.
  • Horta2  Horta4 Horta5 Horta6
Anúncios

Parceria com a «Paços – Galeria Municipal de Torres Vedras»

22 Maio

A disciplina de Arte – Educação para a Criatividade e Cultura propôs-se como objetivo estabelecerGaleriaPaçosI relações com as instituições culturais e museológicas de proximidade, sendo que a parceria estabelecida entre a Escola Básica 2,3 do Maxial e o Serviço Educativo da Paços – Galeria Municipal de Torres Vedras, decorre ainda de pretensões comuns, como seja, a «construção de relações duradoiras com a comunidade, incentivando à criação de hábitos culturais» e «sensibilizar e motivar a comunidade para a descoberta e aproximação crítica, criativa e participativa à Arte Contemporânea» (Galerias, 2012).

O projeto educativo para o ano letivo 2012/2013 foi apresentado pela Dr.ª Patricia Sobreiro, coordenadora GaleriaPaçosIIdo serviço educativo da Paços – Galeria Municipal, numa primeira sessão na nossa escola a 6 de Dezembro de 2012, sob a temática do «LUGAR», englobando as dimensões de cidadania, identidade e memória dos lugares. O desenvolvimento dos projetos de trabalhos, derivaram da reflexão sobre a temática e a expressão de artistas e suas obras, como seja, Hundertwasser, Van Gogh, Joaquim Rodrigo, Manfred Pernice e Vhils, tendo os produtos finais assumido diversas expressões artísticas –  fotografia, vídeo, sons, maquetes em cartão, grafittis, instalação e pintura com guache sobre papel.

A apresentação dos trabalhos desenvolvidos ao longo do ano letivo pelas turmas do 6ºB, 6ºC e 6ºD nas disciplinas de Arte, Educação Visual e Educação Tecnológica, decorreu na Escola Básica 2,3 do Maxial, durante a manhã do dia 15 de maio, na sala 12, com a presença da coordenadora do serviço educativo, Dr.ª Patricia Sobreiro, que elogiou a diversidade de expressões artísticas e a qualidade estética dos trabalhos apresentados, propondo a sua integração na exposição a decorrer entre setembro e outubro, na Paços – Galeria Municipal de Torres Vedras.  

A profª. Maria Cristina Santos  GaleriaPaçosIII

Projeto eTwinning: European Cookbook

21 Maio

Com o objetivo de desenvolver competências ao nível da língua inglesa, a turma CEF – Instalação e Reparação de Computadoreslabel, está a participar num projeto eTwinning com várias escolas europeias, sendo o objetivo final a construção de uma compilação de receitas da gastronomia tradicional desses mesmos países. O projeto chama-se European Cookbook e, para além dos formandos do CEF, envolve os formadores Paula Pascácio, Susana Lobão, Paulo Carocinho e João Batalha. No dia 14 de maio realizou-se o 1º chat do projeto European Cookbook, com o Collège des Racines et des Ailes, França. A atividade decorreu na aula de TIC, tendo os formandos participado com bastante interesse.

Os formadores Paula Pascácio, Susana Lobão, Paulo Carocinho e João Batalha

«A que sabe a lua?»

20 Maio

No Jardim de Infância do Outeiro da CabeçaOuteiro 2 – sala 2, a educadora contou e dramatizou a história “A que sabe a Lua?”, de Michael Grejniec, com fantoches. As crianças, depois de terem ouvido a história, também elas quiseram fazer a dramatização da mesma.

De seguida, as crianças foram modelar a Lua utilizando a pasta de açúcar e puderam saborear e cada uma delas deu a sua opinião sobre o tema da história. A maioria respondeu que sabia a chocolate e morango.

Todo o grupo gostou muito da história e ficaram a saber… a que sabe a Lua.

A Educadora Maria Isabel Silva

Outeiro 1

Sarau Poético

14 Maio

No dia 3 de maio pelas 21horas realizou-se na Escola Básica 2.3. de Maxial mais um Sarau Poético.

Os preparativos começaram quinze dias antes com a elaboração de convites, dinamização da atividade junto dos alunos e elementos da comunidade educativa, seleção de poemas em Português, Inglês, Francês, planificação dos momentos musicais, realização e digitalização de caligramas.

Seguidamente, procedeu-se à redação do programa e da apresentação de abertura do sarau, estruturado, basicamente, no Clube de Línguas.

Instalou-se o palco, cuidou-se da decoração do polivalente, do sistema de som e da informática.

Durante a tarde de sexta-feira, a pouco e pouco, o Polivalente foi-se transformando, embelezando com exposições de poesia, painéis de arte, mesas compostas com flores e velas.

À noite a sala encheu-se. Respirava-se um ambiente de nervosismo por parte dos alunos que iam ler poesias. Todos queriam “fazer bonito” pois os pais, avós, tios, amigos e até a D. Ana Matos, o Sr. Abílio Santos e a D. Maria Alice Timóteo, poetas do nosso concelho, estavam ali para os ver e aplaudir. E, realmente brilharam!

Apoiados pelos elementos da direção, que cessou funções na presente semana em que decorreu a atividade, desenvolvemos um trabalho de grupo, articulado entre colegas de vários grupos disciplinares, funcionários da escola, alunos e encarregados de educação e familiares.

Valeu a pena!

“SER PALEONTÓLOGO POR UM DIA”

12 Maio

DSCN1673Foi este o desafio lançado ao grupo do JI de Ramalhal pelo Museu Leonel Trindade de Torres Vedras, ao iniciar o 3º período, no dia 2 de Abril. Para além da visita à exposição “Dinossauros que viveram na nossa terra” patente naquele espaço, recheada de informações diversas e oportunidade de ver de perto vestígios desses gigantes do passado que tanto fascinam as crianças, ainda houve tempo para brincar a “ser paleontólogo”.  Foi muita a curiosidade e grande a animação sempre que se descobria um “osso”, um “dente” ou até uma “garra”. No jardim de infância o desafio continuou agora com a construção de um “T-REX” fantoche para brincar e assustar os mais desprevenidos.

Educadora Ana Paula Morgado

JI de Ramalhal

         DSCN1627  DSCN1626

CEF: Visita de estudo a duas empresas

6 Maio

Nhc_piropoo dia 18 de abril a turma deslocou-se à Horto Crispim, para visitar as estufas onde se produzem alfaces e tomate. A visita foi guiada pela proprietária da exploração, Luísa Crispim, tendo sido explicada a forma de cultivo em estufa, a utilização de abelhas para a polinização, a lã de rocha onde são plantados os tomateiros, o sistema informatizado de rega, climatização e mistura de fertilizantes necessários ao crescimento das plantas.

fepal_piropoNo mesmo dia, da parte da tarde, depois de almoço e descanso na praia de Sta Rita, a turma deslocou-se à empresa Fepal, em Paradas. Aí, a turma tomou conhecimento da forma como se fabricam os mais variados modelos de embalagens em madeira, nomeadamente as caixas para fruta. A Fepal, apesar de ser uma empresa relativamente pequena, emprega quase uma dezena de funcionários. A visita foi guiada pela proprietária da empresa, Leonilde Santos.

            Os professores: Paula Pascácio, João Batalha e Paulo Carocinho

%d bloggers like this: